terça-feira, 25 de setembro de 2018

‘Hexa’: Marta ganha pela sexta vez o prêmio de melhor do mundo

O sonho do sexto troféu de melhor jogadora do mundo se tornou realidade. Aos 32 anos, a brasileira Marta foi eleita no prêmio The Best, da Fifa, como a melhor do ano no futebol feminino. Consequentemente, isolou-se como a atleta que mais vezes venceu o troféu – Cristiano Ronaldo e Lionel Messi têm cinco cada. A cerimônia ocorreu nesta segunda-feira (24/9), em Londres.
“Oh, meu Deus! Eu realmente estou sem palavras, é um momento fantástico. As pessoas falam assim: ‘você já esteve nessa posição tantas vezes, e em todas as vezes se emociona!’ Realmente, eu faço isso porque representa muito para mim. Desde o primeiro momento em que eu realmente enxerguei que era a melhor coisa que eu fazia na vida, que era jogar futebol e praticar esse esporte tão fantástico”, emocionou-se.
A jogadora atualmente defende o Orlando Pride, versão feminina do ex-time de Kaká nos Estados Unidos, e é a camisa 10. Marta passou por frustrações com a seleção brasileira nos últimos anos, desde a queda nas oitavas da Copa do Mundo feminina de 2015, até a derrota na disputa do terceiro lugar dos Jogos Olímpicos Rio 2016.
“Eu só tenho a agradecer, lógico, primeiro a Deus por me dar saúde constantemente para lutar por meus objetivos. Não podia deixar de agradecer, obviamente, às minhas companheiras de clube e seleção. Às pessoas que estão comigo me dando suporte. Às atletas que são companheiras de trabalho e votaram em mim… Eu só tenho a agradecer, isso é fantástico. Um momento mágico, obrigada”, agradeceu Marta.
Natural de Dois Riachos, pequeno município do Alagoas, a atleta iniciou sua carreira no Vasco da Gama, mas se transferiu para o futebol sueco já em 2004. Permaneceu na Europa até 2009, ano em que teve breve passagem pelo Los Angeles Sol, dos EUA, e assinou com o Santos.
Com a camisa do clube alvinegro, conquistou as edições femininas da Copa Libertadores e da Copa do Brasil.
Confira a lista de vencedores na premiação The Best:
Melhor jogador (futebol masculino): Luka Modric
Melhor jogadora (futebol feminino): Marta
Premio Puskás (gol mais bonito): Mohamed Salah
Melhor técnico (futebol masculino): Didier Deschamps
Melhor técnico (futebol feminino): Reynald Pedros
Melhor goleiro: Thibaut Courtois
Melhor torcida: Peruanos na Copa do Mundo
Fair Play: Lennart Thy

Nenhum comentário:

Postar um comentário